Gestão empresarial e a performance em vendas

Uma das áreas que mais cresce hoje no País é a de gestão empresarial e como ela impacta a performance em vendas, afinal estamos falando de um povo cada vez mais voltado ao empreendedorismo e a consolidação de novas empresas no mercado.

É importante ressaltar que gestão empresarial não existe apenas numa grande empresa com centenas de funcionários e um número enorme de sedes e prédios. Na verdade, gestão empresarial é o trabalho de organizar e estruturar um negócio de forma profissional.



Ainda que você lidere e gerencie uma empresa com 5 pessoas (ou menos até), a gestão precisa estar lá para que sua empresa cresça e funcione bem. É um trabalho bem mais abrangente do que a grande maioria das pessoas percebe.

Na verdade, a necessidade de conhecimento sobre gestão hoje é imperativa no mercado, principalmente para quem deseja atuar no meio empresarial. Assim, é cada vez mais comum ver o aumento no número de pessoas buscando capacitação dentro da área, almejando cargos administrativos em grandes empresas.

Conhecer mais a fundo a gestão empresarial é algo muito produtivo, tanto para sua empresa quanto para o seu próprio desenvolvimento pessoal, já que deixou de ser apenas um processo natural e passou a ser uma necessidade dentro das empresas e em qualquer área de negócios hoje.


O que é gestão empresarial?

Por ser um conceito generalista, podemos entender a gestão empresarial como a montagem de estratégia para gerir e organizar os negócios e a empresa. Além disso, trabalha ainda com a definição de ações e reações para melhorar resultados e métricas, elevando os números da empresa.

Uma gestão bem realizada engloba todas as áreas, departamentos e principalmente competências, afinal estamos falando daquilo que faz a empresa prosperar e seguir firme no seu mercado de atuação.

Normalmente a função é dividida entre os dirigentes e supervisores dentro das empresas, entretanto outros modelos de gestão são utilizados com sucesso também, como a centralização de decisões (principalmente em empresas muito pequenas) até a formação de conselhos administrativos externos ao quadro da empresa (utilizados frequentemente em empresas de capital aberto).

Muitas vezes empresas de maior porte também optam por contratar um profissional especializado em gestão empresarial, para concentrar as decisões e resultados em uma única pessoa.

A verdade é que qualquer empresa que opte por trabalhar sem esse nível de profissionalismo e organização está fadada a ser engolida pelo mercado mais cedo ou mais tarde. Dessa forma, a gestão empresarial é o que vai manter seu negócio competitivo e saudável no mercado.

É com base na gestão que as empresas determinam os objetivos do ano, os resultados esperados e as melhorias que devem ser implementadas. Por isso, vai muito além de uma simples apresentação com gráficos cheios de números e tabelas que ninguém entende. Gestão tem a ver com inteligência de mercado e organização de fluxos.


Qual a importância de uma gestão na empresa?

Como dito anteriormente, a gestão empresarial é o que vai manter sua empresa minimamente competitiva no mercado. Entretanto, muitos ainda se fecham para esses conceitos, o que resulta em estudos alarmantes.

Hoje em dia, no Brasil, é muito comum ver empresas fechando as portas com pouco tempo de atuação, e a explicação é muito mais óbvia do que deveria: falta de gestão.

O mercado está cada vez mais competitivo, e não está nem perto de baixar o ritmo nos próximos anos. As empresas que não acordarem para a necessidade de investir na sua gestão empresarial inevitavelmente vão ficar para trás.

Pense no momento de dificuldade econômica que o país atravessa nos últimos anos e imagine o motivo de grandes empresas continuarem sendo grandes empresas mesmo nesses momentos. A resposta disso é a organização interna e a gestão de seus processos.

Se você define bem os processos da empresa, estabelece o roteiro de entrega, métricas para serem batidas, mesmo em período de crise sua empresa tende a funcionar bem. Dessa forma, você evita cair em imprevistos ou situações que achou que jamais estaria envolvido.

Recentemente o SEBRAE divulgou um estudo onde apontou que pelo menos 29% das empresas que abrem no Brasil declaram falência antes de completarem 3 anos de existência. Ou seja, o problema é muito mais grave do que parece.


Como a gestão empresarial ajuda na performance de vendas?

Ao definir um escopo de trabalho com todos os fluxos padronizados e roteirizados, o processo em geral fica mais otimizado. Com isso, o final do ciclo comercial ou de produção ou de prestação de serviços acaba ocorrendo de forma mais ágil, fácil e descomplicada.

Comparando dois cenários:

  • Cenário 01: uma empresa sem planejamento e sem gestão, recebe uma encomenda de 50 produtos para serem entregues no prazo de 15 dias. Eles não possuem um processo bem definido de atuação, e tudo vai ser pensado no momento que a encomenda for solicitada.

  • Cenário 02: outra empresa possui uma gestão empresarial definida e funcional, com todos os processos roteirizados desde o pedido até a entrega final, e recebeu um pedido idêntico. Além disso, usam padrões para diminuir os custos operacionais e o tempo de resposta.

Agora, em um exercício rápido, qual das duas empresas deve conseguir cumprir o prazo dos 15 dias solicitados pelo cliente?

Exato, não é tão difícil assim pensar em uma resposta. É exatamente esse pensamento que os donos de grandes empresas trazem para o negócio.

Entender e habilitar a gestão ajuda sua empresa a performar melhor, já que todos conhecem e estão satisfeitos com o modelo de trabalho. Ou seja, acaba sendo um processo realizado mais rápido, cumprindo prazos e metas estabelecidas com mais rapidez.

Além disso, é graças à gestão que muitos profissionais conseguem reconhecimento profissional e são gratificados em seu trabalho, já que normalmente em empresas bem gerenciadas, todos são monitorados e acompanhados da distância adequada.

No final das contas, valorizar a gestão empresarial acaba sendo algo produtivo para o negócio, o cliente, o colaborador e principalmente o dono da companhia: por isso deixou de ser um luxo e passou a ser necessidade.




10 visualizações0 comentário