Problemas da falta de Planejamento Tributário nas empresas

Quando se fala em tributos dentro de uma empresa, o assunto sempre rende algumas polêmicas e discussões em geral. Mesmo assim, existe um ponto em que todas as empresas, gostem ou não, precisam estar atentas para evitar prejuízos: o planejamento tributário.

Sabemos que dentro de uma companhia, o planejamento empresarial é o que permeia e determina as ações e tomadas de decisão dentro da empresa. Dessa forma, um planejamento tributário segue o mesmo sentido, com o bônus de evitar dores de cabeça.

São diversas as consequências para quem deixa de cumprir corretamente o regulamento tributário do país, seja uma entidade pública ou privada. Por isso, nesse artigo vamos repassar os principais problemas que a falta de planejamento tributário pode fazer, e como livrar seu negócio disso.

Problemas da falta de Planejamento Tributário nas empresas



O que é planejamento tributário?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, é totalmente possível reduzir de maneira legal o custo de tributos pagos pelo seu negócio graças ao que chamamos de planejamento tributário.

Planejamento tributário significa uma organização interna de uma empresa onde ocorre a gestão de todos os tributos que precisam ser pagos durante seu exercício social. Além disso, é durante o planejamento que surge a discussão de redução de tributos.

Esse modelo de planejamento entra diretamente no planejamento financeiro de uma empresa, principalmente quando falamos de contas a pagar e tributos a pagar. Ou seja, é uma prática feita de forma involuntária, e muitas vezes com menos cuidado do que o assunto pede.

Dentro do planejamento tributário temos a classificação em 2 tipos diferentes: operacional e estratégico. Assim, o nível operacional diz respeito a estabelecer metas e roteiros de atuação para cumprir todas as necessidades legais, como obtenção do valor de imposto do mês em questão e pagamento do tributo na data correta.

Já o planejamento estratégico engloba uma abordagem maior, onde ocorre a adequação da empresa dentro do regime tributário que faz mais sentido na sua operação. Ou seja, é aqui que os dirigentes da empresa decidem qual modelo de negócio adotar e qual sua forma física de se apresentar a justiça tributária.

Um ponto importante de se destacar é que o nível operacional depende diretamente do estratégico, visto que é no estratégico que ocorre a definição de regime a ser seguido. Assim, o ideal é que sua empresa esteja ciente dos dois modelos e os estabeleçam de forma alinhada.


Qual a importância de planejar os tributos?

Assim como qualquer área dentro de uma empresa, os tributos também fazem parte do ciclo operacional e do planejamento estratégico da companhia. Dessa forma, tratar o assunto como meras contas a pagar ao longo dos meses é um grande tiro no pé.

A verdade é que muitas vezes esse planejamento é mais importante que diversos outros, pois é aqui que mexemos em um assunto muito delicado: a lei. Afinal, estamos falando de algo que pode colocar sua empresa em posição de riscos de processos ou impeditivos.

Planejamento tributário está diretamente relacionado com organização e cumprimento do dever legal, perante o Estado. Por isso, manter uma linha rigorosa de controle pode livrar a empresa de diversos problemas.

Ao lidar com legalidades e leis tributárias se faz necessário um cuidado para evitar atrasos, multas, juros ou consequências mais sérias como um pedido de fechamento da empresa. Assim, ao estabelecer o regime tributário que mais se adequa a empresa, é hora de começar a pensar em estratégias para que o mesmo se cumpra rigorosamente.

Com esse modelo de pensamento, sua empresa passa a adotar medidas e realizar todos os pagamentos e controles da forma adequada, evitando ilegalidades, principalmente. Ou seja, é aqui no planejamento tributário que você garante a permanência da empresa no ordenamento jurídico e nos meios legais do país.


Problemas pela falta de planejamento tributário

Depois de entender um pouco mais sobre o planejamento tributário, pensar nas consequências de não fazê-lo se torna algo mais simples, palpável, principalmente, pela ligação direta com as leis do País.

Abaixo, trouxemos alguns dos problemas mais comuns ocasionados pela falta de planejamento. Além disso, também é possível encontrar saídas para esses problemas e buscar a regularização junto aos órgãos competentes para tal.

  • Conflito legal

Ao não realizar o pagamento de um tributo nacional, a empresa passa a ficar em situação delicada com os órgãos públicos, podendo ser alvo de investigações. Além disso, em alguns casos, muitas empresas recebem diretamente as punições pela ausência de pagamento, sem aviso prévio.

Assim, ainda que quitado posteriormente, é uma mancha no cenário nacional que sua empresa não precisa, além de ser altamente evitável.

  • Fiscalização financeira

Além de não pagar, aqueles que realizam pagamentos equivocados recolhendo valores inexistentes também estão passíveis de penalidades. Nesse caso, a fiscalização costuma emitir notas eletrônicas comunicando a empresa do erro e solicitando providências.

  • Imposto

A verdade é uma só: quanto mais demorado for para pagar, mais impostos serão contabilizados no seu negócio. Assim, adotando uma premissa simples de planejamento tributário, se faz possível evitar um grande prejuízo no bolso.

Os impostos também podem vir em formato de juros e correção, por contas atrasadas ou sem o retorno esperado para a empresa. Dessa forma, você acaba pagando mais do que acreditava, apenas por não ter feito um planejamento eficaz.

  • Prejuízos

Chegando no maior problema de todos, aquele que dói no bolso no final do mês: prejuízo real no rendimento da empresa. Nesse caso, estamos falando de perder dinheiro por falta de planejamento.

É bastante simples entender que ao não saber exatamente o que está se pagando, qualquer coisa parece bom e correto. Entretanto, na maioria dos casos não é assim.

Quando você não estabelece um planejamento tributário, fica à mercê de cálculos muitas vezes inadequados e de lembrar de todas as obrigações, o que é humanamente impossível. Dessa forma, o provável é que você esteja pagando mais do que o necessário e diminuindo seu lucro no final do mês.

De maneira geral, um planejamento tributário deveria ser algo básico e primordial dentro de uma empresa, principalmente para aquelas que buscam crescimento financeiro. Afinal, ao contrário do que muito se fala sobre isso, planejar tributos pode, na verdade, te ajudar financeiramente. Pense nisso e se precisar de ajuda, fale com a gente.




8 visualizações0 comentário